Como achar o “Tom certo” na comunicação

Olá do Mauai. Da Teatres e do blog Quero falar em público. Encontrar o tom certo para se comunicar ou para conversar com as pessoas ajuda a evitar conflitos e auxilia na criação da harmonia da convivência. Mas qual é o “tom certo na comunicação”?

Vou contar uma história que aconteceu em um mercado público na Grécia antiga, por volta de 500 antes de Cristo. Sem mais nem menos, dois homens começaram a brigar. Entre os espectadores estava Pitágoras, o famoso matemático e filósofo. Num momento em que um dos brigões ia dar um golpe de espada no outro, Pitágoras pegou seu instrumento musical, o alaúde, e tocou na cabeça dele, não não, ele uma única nota, límpida, sonora. Ao ouvir o som, o irado homem baixou a espada e acalmou-se. O que essa história nos faz pensar?

Pitágoras, que também era músico, tinha compreensão das relações harmônicas musicais e isso ajudou para que ele escolhesse a atitude correta para agir na situação de conflito dos brigões. Podemos dizer que Pitágoras usou o “tom certo” para sua intervenção comunicativa e assim conseguiu apaziguar, pacificar aquele momento.

Encontrar o tom certo é uma arte de percepção emocional que se pratica. Afinal, emoção vem do latim, movere. Somos movidos pela emoção. Saber usar o “tom certo” é saber unir o significado da palavra com a emoção da palavra.

Quando estamos vivendo situações tensas, com os nervos à flor da pele, é dever de quem comunica agir com empatia, saber que palavras usar. Saber o que falar e como falar.

Quem fala em público ou numa conversação pode aprender a encontrar o tom certo. O jeito de falar é que vai dissolver as defesas racionais e emocionais de quem ouve, o tom certo é que vai comover quem ouve.

Emoções contagiam. A alegria contagia, o amor contagia. E palavras e emoções de desanimo e raiva também contagiam, infelizmente.

Então, não se deixe abater. Mude suas emoções que você muda o emocionar das suas conversações. Todos podemos encontrar a expressão perfeita da harmonia que existe em cada um nós.

Só comportamentos mudam comportamentos. Abraço do Mauai

Comentários